Vocês precisam assistir Gotham

GothamSeUniverso-Gotham

 

Hey pessoas que curtem seriados!

Sim! O título é parecido com o post sobre Sense 8! Resolvi manter títulos nesse estilo sempre que for apresentar algo a vocês! Achei legal, porque sim!

Enfim…

Como cês já devem ter percebido, esse é mais um post bacanudo sobre uma série bem bacana! Quem é fã de Batman provavelmente já deve ter assistido. Quem não é taaaaaão fã assim, fica a dica.

Estamos falando de Gotham!

Por que (separado, já que o SeUniverso também é gramatica) vocês devem assistir Gotham?

Explico!

Porque (junto! SeUniverso: desde sempre te ensinando o uso correto dos porquês) é sensacional! É muito bem produzida, com um elenco muito bom e efeitos legais! Em outras palavras: ficou foda!

 

Afinal, qual a trama de Gotham?! Normal essa pergunta, já que estamos cansados de saber a história do Batman…

 

Vos digo! Gotham conta a história do pequeno Bruce Wayne (David Mazouz) e do surgimento dos vilões de Batman. Mas o foco principal do seriado é a vida de Jim Gordon, mais conhecido como o fuck’n fodão Comissário Gordon!

 

Em Gotham ele é interpretado por Ben McKenzie, também conhecido como Ryan Attwood do seriado The O.C. (♫♪ California! California! Here we cooooooooomeeeeeee!!! Ooooohhh ♫♪ – quem lembra?).

 

Como pano de fundo, temos uma Gotham caótica e dominada pelo crime organizado (novidade…). Entre crimes e barbáries de toda ordem, nos deparamos com o surgimento dos personagens e, oh, te digo uma coisa: poder acompanhar a formação de caráter dos vilões de Batman é um trem bacana demais!

 

Nesse cenário, quem mais se destaca é o Pinguim (Robin Lord Taylor). Vemos como surgiu o vilão e o caminho percorrido por ele até se tornar o grande mafioso que encontramos nos quadrinhos e assistimos nos filmes antigos (aqueles da década de 90, que, convenhamos, é até melhor esquecer). E é bacana demais ver em algumas cenas o jovem Bruce e Pinguim no mesmo quadro, um sem ter conhecimento do outro…

SeUniverso-Gotham-Pinguim-Batman

Mini morcego e Pinguim se “encontrando”. Daqui uns anos é na porrada!

 

Outro vilão que também se desenvolve na primeira temporada é o Charada (Cory Michael Smith), que particularmente é um dos meus preferidos. A transformação de um legista – que sofre bullying eterno por gostar de enigmas – para um assassino cruel, é bem elaborada e provavelmente terá mais espaço na próxima temporada.

 

No decorrer do seriado observamos também o surgimento do Coringa (Cameron Monaghan) – personagem sensacional, diga-se de passagem – do Espantalho, da Hera Venenosa, do Duas Caras e de quase uma dezena de vilões.

 

Além disso, nos deparamos com a evolução de Selina (Camren Bicondova), a Mulher Gato. Mas fica a crítica: a transformação de Selina na conhecida vilã poderia ter sido mais bem trabalhada, não ocorrendo de forma tão abrupta como foi. Ainda assim, é uma ótima e enigmática personagem.

 

Vale prestar atenção na relação entre o mordomo Alfred (Sean Pertwee) – e seu lado misterioso como ex-combatente de guerra – e o mimado Bruce Wayne. No decorrer do seriado, Alfred encarna seu lado paternal com Bruce, alternando entre proteção e ensinamentos de luta e sobrevivência.

SeUniverso-alfred-gotham

Alfred mimando o pequeno Bruce

 

Por trás de todo ambiente caótico e gótico de Gotham (sacou?), conhecemos os criminosos que controlam a cidade (parecido um pouco com a série do Demolidor. Nota mental: fazer um post sobre essa série porque é bem foda também!).

 

São basicamente três criminosos mais fodões, com personagens bem trabalhados, como Fish Mooney (Jada Pinkett Smith) – essa mulher me da medo –  e Salvatore “The Boss” Maroni (David Zayas). Por trás de tudo, encontramos Carmine Falcone (John Doman), o “dono” de Gotham, que, além de mandar na máfia toda, precisa se preocupar com conspirações, já que sempre tem alguém querendo puxar seu tapete.

 

Junto com seu parceiro Harvey Bullok (Donal Logue), um policial corrupto que se regenera, tornando uma espécie de anti-herói, Gordon começa a solucionar crimes e a se deparar com a corrupção da Polícia de Gotham (GCPD – “Gotham City Police Departament” – li com a voz do Gordon).

 

E é nessa trama que o caminho de todos se cruzam: Gordon solucionando crimes; a máfia causando os crimes; o pequeno Batman tentando solucionar o assassinato dos pais; Selina “Cat” ajudando (ou não) todo mundo; Alfred exercendo o papel de pai do mini-morcego; Oswald, um lunático que se preocupa somente com a salvação do próprio umbigo, tentando tomar o controle da cidade…

 

Assim é Gotham: ao longo do seriado tudo vai se encaixando e todos os caminhos se cruzando…

 

Mas, porém, contudo, todavia, entretanto, nem tudo são flores. A @Namorada é uma fã irremediável de Batman e seus vilões. Ela vive ressaltando o lado psicológico de cada um, em como a trama se desenvolve sem poderes “mágicos” e com embates psicológicos de tirar o fôlego. E, por isso, vivemos discutindo sobre o surgimento não só do herói, mas também dos vilões de Batman. Em nossas discussões, concluímos o que muitos também concluíram: não só o Batman precisa dos vilões pra existir, mas os vilões (talvez principalmente) precisam do Batman para o desenvolvimento de suas personalidades.

 

Absolutamente todos os vilões apresentam transtornos psicológicos, dos mais variados tipos. Sem o Batman, como será o surgimento desses vilões? É óbvio que todos eles existiam antes do Batman, mas eles só se tornaram o que são nos filmes e HQ´s graças ao Homem-Morcego… E é justamente por isso que estamos mais do que curiosos com as próximas temporadas de Gotham!

 

Curiosidades:

  • A brasileira Morena Silva de Vaz Setta Baccarin (Morena Baccarin), participa do seriado como a médica Leslie
  • O ator que interpretou o jovem Coringa no seriado deu uma declaração dizendo que quase perdeu a voz tentando reproduzir a risada do vilão (maldição do Coringa?)
  • Originalmente a função paterna que Alfred exerce para com Bruce seria destinada a Gordon, mas dizem as más línguas que a química entre os atores não deu muito certo e os produtores a transferiram para o mordomo
  • Quando a série voltou do seu hiato em 2014, a audiência caiu. O público considerou que a trama estava ficando sem foco, vez que a ideia de uma Gotham vista pelo olhar de Gordon, apesar de excelente, não foi sustentada pelos roteiristas. Por isso a próxima temporada terá como foco principal o desenvolvimento dos vilões do Homem-Morcego (e preparem-se: VEM MUITO CORINGA POR AÍ!)
  • A segunda temporada já começou na TV norte-americana e terá estreia aqui no Brasil no dia 28 de setembro, às 22:30 no canal pago Warner.

 

Bom, pessoas! Espero que tenham gostado!

Se quiserem ficar por dentro do SeUniverso, se inscrevam na newsletter abaixo!

Curtam nossas páginas nas redes sociais também! Senão vou mandar o Pinguim atrás de vocês!

 

  • Jhennifer Perfister

    A série é realmente muito bacana!
    Ainda não comecei a ver a segunda temporada, mas tô ansiosa por isso!

    • http://seuniverso.com SeUniverso Blog

      Somo dois! =)